Sucesso!

Recebemos seu E-mail! Aguarde nosso retorno.  

Erro

Preencha o formulário corretamente!

Em sua 7ª edição, o projeto Metamorfose – Nossos Sonhos, Nossas Vidas"  tem como objetivo estimular a criatividade dos internos no Hospital da Criança Santo Antônio

 

Na tarde desta quarta-feira, 17/4, no Centro Histórico-Cultural Santa Casa, autores do "Metamorfose – Nossos Sonhos, Nossas Vidas" revezavam-se para atender aos inúmeros pedidos de autógrafos, durante o lançamento da 7ª edição do livro, patrocinado pela Unicred Porto Alegre em parceria com a Santa Casa. 

 

Escrito em 2019, por crianças e adolescentes internados para tratamento no Hospital da Criança Santo Antônio, o livro relata suas vivências e sentimentos no enfrentamento da própria doença. Hoje, muitos já completamente curados, têm a oportunidade de, com brilho nos olhos, considerarem-se vitoriosos. 

 

É o caso do Mikael Machado. Feliz com a alta médica ocorrida na semana passada, depois de cinco anos em tratamento contra a leucemia, esbanjava simpatia, ao lado da mãe e do irmãozinho, que não cansava de abraçá-lo. 

 

Com grande desenvoltura, Mariana Costa Vieira, que também teve alta, falou em nome de todos os autores presentes, agradecendo aos médicos, aos coordenadores do projeto e à Unicred Porto Alegre, por todo o seu apoio. “Para mim, este projeto foi muito importante e posso seguir com a certeza de que tudo o que eu quiser, poderei realizar”, afirmou. 

 

Em seu pronunciamento de abertura do evento, o presidente da Unicred Porto Alegre, dr. José Cesar Boeira, falou sobre sua satisfação de “ter a oportunidade de levar adiante um projeto de tamanha relevância, que chama a atenção em seu propósito de contribuir não só para pacientes e familiares, mas com toda a sociedade”! 

 

Representando as voluntárias que trabalharam no projeto, a coordenadora Hilda Simões Lopes agradeceu aos presentes, em particular à Unicred Porto Alegre, pelo apoio que possibilitou a realização do projeto desde seu início. “Vamos continuar estimulando a criatividade das crianças, o hábito da escrita e da leitura dentro do hospital, este é o nosso objetivo”, assegurou.